isto é coisa para desestabilizar ainda mais a região

 

O International Cricket Council acaba de decidir que, por motivos de segurança, o Paquistão já não pode organizar  o campeonato do mundo de 2011 (conjuntamente com Índia, Bangladesh e Sri Lanka).

Exasperated at ICC’s decision to drop Pakistan as a co-host of the 2011 cricket World Cup, former captain Zaheer Abbas on Friday alleged that Indian Cricket Board (BCCI) had a role in influencing the decision.

  The former Pakistani batsman said the decision was aimed at isolating Pakistan cricket.

“I don’t believe that with India being in such an influential position in world cricket, the ICC could have decided to shift the World Cup matches from Pakistan without its (India) support,” Abbas said.

He said there was clear indication that India was behind a campaign to isolate Pakistan cricket after the Mumbai attacks in November last year.

“Look at the way things have gone since the Mumbai incident. First they cancelled their tour to Pakistan. Then they tried their best to stop Sri Lanka from accepting our invitation and then influenced the Bangladesh Board to cancel our tour to Bangladesh last month.

“They then did not allow our players into the Indian Premier League and now this shifting of matches,” Abbas said.

He accused India for secretly working against the interests of Pakistan cricket.

“If India , Sri Lanka and Bangladesh had wanted I don’t think the World Cup matches would have been shifted by the ICC,” he said.

Uma resposta a isto é coisa para desestabilizar ainda mais a região

  1. Constantino Xavier diz:

    Não sei se os indianos terão tido uma influência, tal como defendido nesta acusação de Abbas, mas não deixa de ser uma péssima notícia para quem procura pacificar a relação indo-pasquistanesa e assim acelerar o processo de integração da Ásia do Sul. O “composite dialogue” entre os dois rivais, no qual se enquadrava esta candidatura conjunta, encontra-se interrompido e o caos no Paquistão não está a favorecer as condições mínimas para o seu reinício.
    É interessante o poder do desporto na Ásia para aproximar países (ou afastá-los). Numa recensão ao livro de Victor Cha (Georgetown University), na mais recente edição da revista Relações Internacionais, analiso este processo. Pode ser lida aqui:
    http://www.ipri.pt/publicacoes/revista_ri/pdf/RI21_Referencias

    Um outro exemplo de sucesso desportivo transfronteiriço, são os “Punjab Games”, cuja primeira edição se realizou em 2004, e desde então interrompidos. Hoje anunciou-se que a segunda edição se realizará em Outubro deste ano, em Lahore. Depois do que aconteceu aos “cricketeers” ceiloneses, será que os indianos vão ter coragem para praticar desporto do outro lado da fronteira?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: