Low mood

A Índia escapou à crise? Ler esta análise, muito lúcida, para ver que longe de imune, a Índia distingue-se pela sua fragilidade acrescida perante a crise financeira global.

the overall mood is low. The cascading social effects that job cuts, unemployment and underemployment among the young can have in the volatile South Asian milieu is far scarier than anywhere else in the world. In the absence of a welfare network to fall back on, any prolonging of this sickness in the system could take India back to the uncertain days of the 1960s and 1970s that saw first the rise of left-wing and later religious extremism.

2 respostas a Low mood

  1. pmoiteiro1 diz:

    De facto e no seguimento de posts anteriores, concordo que pensar que algum país pode passar incólume à crise, será no mínimo wishfull thinking. Pensar isso dum país como a índia, beneficiário da globalização, só pode ser pior que isso. Crescer quando o mundo entra em recessão, não é mau. Mas a ser verdade uma moeda em desvalorização, um deficit acima dos 10% do PIB, redução de exportações, redução das remessas de emigrantes e retracção da procura interna, não sossegam ninguém. Mesmo se a banca está nacionalizada e a política monetária ainda é uma ferramenta, bastariam os ímpetos proteccionistas dos blocos ocidentais, para complicar toda a equação.

    Quanto à questão já aqui referida do offshoring, o panorama já foi mais optimista, seja por alguma tendência de insourcing por empresas ocidentais, seja pelos reveses que a credibilidade indiana tem atravessado neste mercado com escândalos ainda frescos na memória http://www.nytimes.com/2009/01/09/business/09react.html?_r=1.Num sector que conheço melhor – telecomunicações – ouvem-se hoje empresas francamente adeptas de outsourcing para a Índia, como a British Telecom, falar de insourcing para rentabilizar RHs internos fruto de reorganizações. E outros mercados são hoje opção para outsourcing, no caso português até países africanos para call centres.

    E ao contrário do que aqui também já foi dito, a China não parece ir por caminhos seguros http://janelanaweb.com/novidades/china-um-ano-do-boi-de-alto-risco/

    Os tempos não estão fáceis … sem excepções … a não ser nalguns discursos políticos…

    p.m.

  2. ken5z9mana diz:

    Também interessante este artigo do WSJ dee sexta, focando o relacionamento económico com a China: http://online.wsj.com/article/SB123749113639187441.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: